26/10/2016

"Eu acho injusto não estar no ar", diz Galisteu sobre TV aberta brasileira

Apresentadora reforça o sonho de ser líder com um programa seu

"Eu acho injusto não estar no ar", diz Galisteu sobre TV aberta brasileira
Foto Divulgação
Atualmente dedicada ao teatro e à TV paga, onde apresenta o "Face a Face" no Band News, a apresentadora Adriane Galisteu novamente desabafou sobre estar fora da TV aberta.

Em entrevista para o programa "Pânico", da Rádio Jovem Pan nesta terça-feira (25), ela disse achar injusto ficar tanto tempo fora do ar, já que sabe fazer TV aberta, mas que agora não volta para fazer qualquer coisa.

"Eu acho injusto eu não estar no ar, porque eu sei fazer. Tenho 18 anos de TV aberta. Quando eu saí, achei que não fosse sobreviver, mas sobrevivi e descobri que tem vida e agora só volto pra TV com um belíssimo projeto. Voltar para fazer qualquer coisa eu não quero”, comentou Galisteu.
Durante a entrevista, Adriane admitiu que sempre lutou para conseguir o que queria, mas que ainda não chegou onde quis, revelando um sonho: ser líder de audiência na TV aberta.

“Eu amo meu trabalho, eu quero exercer a minha função e ser líder em audiência. Eu não gosto de ser madame, gosto de viajar e voltar para trabalhar”, completou.

Adriane Galisteu está fora da TV aberta desde que saiu da Band em 2014. Antes, ela havia passado por SBT, Record, RedeTV! e MTV, mas não foi campeã dos números em nenhuma, mesmo tendo bom faturamento.

Seu último trabalho na TV foi no Fox Sports, onde cobriu os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Atualmente, faz o "Face a Face", programa que era de João Dória Jr, que deixou seu comando para se candidatar à prefeitura de São Paulo - sendo eleito em primeiro turno pela primeira vez na cidade desde a redemocratização.


PORTAL JORGE GONDIM
Postar um comentário

PORTAL JORGE GONDIM/Comentários/Joice Hasselmann

BLOGS PARCEIROS

Arquivo do blog