22/05/2017

Cantor Eduardo Araújo participa do The Noite com Danilo Gentili desta segunda-feira

22/05/2017🌐Jorge Gondim  

No programa The Noite desta segunda-feira, 22 de maio, Danilo Gentili recebe Eduardo Araújo. Ele fala na entrevista sobre os 56 anos de carreira e cita passagens de sua biografia “Eduardo Araújo, Pelos Caminhos do Rock”, que demorou nove anos para ser escrita. O cantor também conta que gravou a música “Smile” com o americano Jesse Lee Jones e comenta as razões que o levaram a pausar sua carreira na década de 70. Eduardo fala ainda sobre o começo de sua trajetória, os bastidores da música nos anos 60 e canta palhinhas de sucessos como “Rua Augusta”, “Pode Vir Quente Que Eu Estou Fervendo” e “Muito Sobre a Vida”.
 Foto: Gabriel Cardoso/SBT

Confira as melhores frases de Eduardo Araújo durante a entrevista: 


Às vezes o pessoal acha que isso tem a ver com a música, mas não, tem a ver com meu lado do campo. (sobre as roupas que usa) 

Quando eu montava em rodeios, um sonho que eu tinha era montar em Barretos. Fui convidado para ir até lá e fiquei doido para montar. Fui peão mesmo. Lá não tinha esse negócio de oito segundos, era quem ficasse mais tempo em cima do cavalo. Trouxeram um cavalo muito chucro. (sobre ter participado da montaria em Barretos no início da carreira) 

O pai do Cazuza, João Araújo, pensou em mudar meu nome para Ed Carlos, mas eu falei não. 

O Raul voltou depois com o nome que o Carlos Imperial queria. (sobre Imperial ter dispensado Raul Seixas por ele não querer mudar o nome “Raulzito e os Panteras” para apenas Raul Seixas). 

Carlos Imperial tinha um talento incrível. Todos que ele puxou fizeram sucesso. 

Quando fui ao programa do Jair (Rodrigues) duas gravadoras quiseram me contratar. (sobre suas primeiras aparições na TV) 

Foi difícil. Tinha 16 anos. (sobre sair de casa para seguir carreira artística no Rio) 

Naquela época tinham os “mimiqueiros”. O cara cantava e o movimento labial era perfeito. O Tony Tornado mesmo, foi um. (sobre cantores que usavam playback) 

O Chacrinha quebrava os nossos discos. O Carlos Imperial um dia deu um jantar e chamou o Chacrinha, dizendo: "Velho guerreiro, você está do lado errado".


THE NOITE
Nesta segunda, logo após Máquina da Fama

PORTAL JORGE GONDIM
Postar um comentário

PORTAL JORGE GONDIM/Comentários/Joice Hasselmann

BLOGS PARCEIROS

Arquivo do blog